O Theatro Esperança

 

Construído em 1897, por Martinho de Oliveira Braga, de arquitetura eclética, em estilo neoclássico, o Theatro Esperança abriga 600 espectadores e é considerado o terceiro teatro mais antigo do Estado. Em seu interior, destaca-se a pintura mural, de autoria de Baltazar Ramos.  Ao longo de sua história, recebeu atores profissionais e amadores, músicos, bailarinos, entre outros artistas de diferentes estilos.

Em 1990, foi tombado pelo IPHAE (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado) e, em 1997, passou a fazer parte dos bens do município. Em 2010, a estrutura do forro entrou em processo de restauro, com supervisão de Marsou Engenharia Ltda, com equipe técnica composta pelo engenheiro civil Emanuel Lopez da Silva e a arquiteta Simone R. Neutzling.

Naquele momento, o estado da peça apresentava manchas de umidade, mofo, fungos, fissuras, manchas amareladas e sujidades, descolamento em função da presença de umidade, além de partes faltantes de argamassa e intervenções anteriores realizadas com argamassa à base de cimento.

A proposta para a restauração da pintura mural do forro do Teatro Esperança foi elaborada após a realização de levantamento do estado de conservação, de registro fotográfico, de prospecções no local. Finalizada em dezembro de 2010, consistiu em três etapas: pré-consolidação da camada pictórica, tratamento da estrutura e revestimento do forro e restauração da pintura mural.

Um comentário sobre “O Theatro Esperança

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s